Além-mar

Qual filho pródigo, regressou. Bagagem, aquela que podia carregar, uma mala de mão e a roupa no corpo. No bolso do casaco a morada dos primos que não via há anos. Coração apertado, um futuro incerto e a angústia do que deixara; uma terra que sentia sua. Às vezes encontrava vizinhos _ que tinham vivido a centenas de quilómetros naquele paraíso perdido_ ilustres desconhecidos até esse momento. Organizava patuscadas com receitas de além-mar. Sobre a mesa memórias e projetos improváveis.

"Frango com Manga"

Nível de dificuldade:
Fácil
Tempo de elaboração:
70 min.

4 pessoas

 

Ingredientes:

1 frango grande

2 mangas

5 dentes de alho

1 cebola

300ml de leite

Azeite

Sal qb.

2 malaguetas

Preparação:

Parta o frango, coxas e pernas por um lado e corte o peito em pedaços. Lamine a cebola e pique os alhos. Leve ao lume num tacho tapado, com um fio de azeite e deixe suar. Junte o frango e deixe alourar dando-lhe a volta de vez em quando. Entretanto descasque as mangas e corte em pedaços. Junte o leite, a manga, sal e a malagueta ou piri-piri ao frango. Tape e deixe cozinhar em lume brando aproximadamente quarenta minutos.

Acompanhe com arroz.

Nostalgia

Uma nuvem de vapor atingiu-o de rompante espalhando o cheiro do vinagre pela cozinha. A avó vigiava a carne para que não se queimasse. As papilas gustativas segregavam saliva antecipando o prazer que estava prestes a ter. Aquela mistura de sabores era alquimia pura. Não se preocupara em aprender a receita. As lentes desembaciaram mas continuava a não ver com nitidez. Virou o fígado com cuidado para não riscar o Teflon. Um nó na garganta impedia-o de engolir. Há muito que não comia “Iscas à Portuguesa”.

"Iscas de Cebolada"

Nível de dificuldade:

Muito fácil

Tempo de elaboração:

40 min. + 120 min. marinar

2 pessoas

 

Ingredientes:

500g. fígado de vitela cortado muito fino

7 dentes de alho

4 folhas de louro

1 cebola grande

300 ml de vinho branco

4c/s  de vinagre de vinho

Sal

Pimenta

1 c/s de banha de porco

Batatas

Salsa 

Preparação:

Descascamos e laminamos os alhos. Partimos as folhas de louro e misturamos com o fígado. Temperamos com sal e pimenta, deixamos marinar no frigorífico duas a vinte e quatro horas.

Enquanto descascamos as batatas e cortamos em quartos Aquecemos a água. Quando começar a ferver cozemos dez a quinze minutos. Cortamos a cebola em rodelas finas. Derretemos a banha e fritamos o fígado escorrido, cerca de dois minutos de cada lado. Retiramos e juntamos a cebola. Tapamos e deixamos em lume brando até esta amoleça. Juntamos o líquido da marinada, o fígado e o vinagre tapamos e deixamos em lume brando cinco minutos. Escorremos as batatas e polvilhamos com salsa picada.

Servimos imediatamente.

Nota: pode utilizar figado de porco, vitela ou borrego.

Receita disponível em video.

Montaria.

Apontou a objectiva e abriu o diafragma. No chão, ouriços e castanhas misturavam-se com a folhagem deixando entrever a terra seca. De joelhos, jogando com a luz, procurava o melhor ângulo. Ouviu latidos seguidos de tiros de caçadeira. Soltou a câmara e quando a pousava viu a terra remexida, como se alguém tivesse procurado algo. Olhou à volta, correu a refugiar-se no tronco oco encolhendo-se, na esperança de passar despercebido. Estava encurralado!

Soou outro tiro mais próximo e ouviu gritos de alegria. Caiu em si e saiu do esconderijo. Era demasiado perigoso, podiam confundi-lo com algum animal. Apanhou a mochila e preparava-se para se dirigir para uma clareira quando três pequenos javalis passaram diante, grunhindo assustados. Ali perto um grupo de homens ria satisfeito enquanto espetavam uma faca no coração da fêmea morta!

"Javali Estufado com Cerveja"

Nível de dificuldade:
Médio
Tempo de eaboração:
90 min

4 pessoas

Ingredientes: 

1kg de javali

90g de cubinhos de presunto 

2 cebolas médias

4 dentes de alho

Farinha qb.

2 folhas de louro

1 raminho de alecrim

1 c/c de tomilho

2 malaguetas

1 c/c de colorau

Sal qb.

Azeite

660ml de cerveja

250g de cogumelos Portobello

 

Preparación:

Cubra o fundo de um tacho com azeite e salteie o presunto. Junte a cebola e o alho picado, mexendo de vez em quando até alourar.  Corte a carne em cubos e envolva com farinha. Sacuda para retirar o excesso e frite ligeiramente. Adicione a cerveja, as especiarias, as ervas aromáticas e o sal. Tape e deixe cozinhar em lume brando. De vez em quando verifique se a carne está tenra. Por ultimo adicione os cogumelos laminados e deixe cozinhar dez minutos. 

Nota: acompanhe com arroz de coentros.

Arroz de Coentros

Ingredientes:

1 copo de arroz agulha

1 cebola média

2 dentes de alho

2 e 1/2 copos de água

Azeite

Sal qb.

1 raminho de coentros

 Preparação:

Pique a cebola e o alho e refogue com o azeite. Junte o arroz e mexa até estar transparente. Junte a água e o sal e deixe cozer. Cubra com coentros picados mesmo antes de servir.

A caça ao tesouro

A humidade que se acumulou durante a noite nas ervas e folhas caídas repassa os sapatos e os pés começam a gelar. Procuro sinais de vida na caruma do pinheiro ou terra remexida. O meu coração começa a bater com mais intensidade quando vejo sombras que se movem entre as árvores. Respiro de alivio quando distingo cestas de verga. Deve ser um vizinho que saiu a apanhar cogumelos antes da chegada dos forasteiros...  

"Frango com Vinho Tinto em Molho de Cogumelos"

Nível de dificuldade: 

Fácil

Tempo de elaboração:

60 min

 

4 pessoas

 

Ingredientes:

6 coxas de frango, (sem osso)

100g cogumelos desidratados

1 cebola roxa 

3 dentes de alho

2 c/sopa de farinha

2 c/sopa de banha

250ml de vinho tinto

Água qb.

Sal qb.

Azeite qb.

Pimenta qb.

Preparação:

Coloque os cogumelos numa taça e cubra com água. Deixe repousar meia hora para hidratar. Escorra os cogumelos e reserve a água. Pique a cebola e os alhos e aloure numa frigideira com um fio de azeite. Adicione a farinha sem deixar de mexer. Junte duas a três colheres de sopa água, (de hidratar os cogumelos). Triture com a varinha mágica acrescentando água até ao máximo de duas  chávenas de água. Volte a levar ao lume e adicione os cogumelos. Tempere as coxas de frango com sal. Coloque duas colheres de sopa de banha numa frigideira funda e doure-o. Junte o vinho tinto, tape e deixe ferver em lume brando cerca de dez minutos ou até que evapore. Misture com os cogumelos e deixe cerca de trinta minutos em lume brando.

A convidada e a carne picada...

Provavelmente servir um prato confecionado com carne picada não é visto com bons olhos por algum convidado. Lembro-me de uma convidada há anos atrás que se recusou a comer porque as almondegas eram de compra… Testei várias formas de fazer esta receita com carne de frango e peru antes de apresentar esta versão que é simples, saborosa e pode muito bem ser servida como entrada num jantar. Vamos experimentar?

"Folhado de Carne com Ameixas"

Nível de dificuldade: 

Muito fácil

Tempo de elaboração:

50 min

 

4 pessoas

 

Ingredientes:

1 placa de massa folhada (260g)

250g de carne picada (frango/peru)

100g de passas de ameixa

2 cebolas

4 dentes de alho

2 c/s de polpa de tomate

6 c/s de leite evaporado

2 c/c de colorau

Noz-moscada qb.

Pimenta qb.

Sal qb.

Pão ralado qb.

1 gema de ovo

75g de amêndoa caramelizada

 

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180º. Pique a cebola e o alho bem finos e misture com a carne. Adicione a polpa de tomate, o sal, a pimenta, a noz-moscada, o colorau e o leite evaporado e envolva. Junte o pão ralado misturando sempre entre colher e colher até obter a consistência desejada.  Estenda a massa folhada sobre uma folha de papel vegetal e coloque metade da carne formando um retângulo. Corte as ameixas em pedaços e espalhe sobre a carne e cubra com o resto do recheio. Pincele a massa com a gema batida. Dobre a massa para cubrir o recheio e aperte as pontas. Com as costas de uma faca desenhe diagonais e faça pequenas incisões na massa, para que o vapor possa sair durante a cozedura. Parta as amêndoas colocando-as entre papel vegetal e dando pancadas com o rolo da massa. Espalhe sobre o rolo e leve ao forno a 180º durante meia hora aproximadamente. Retire do forno assim que estiver dourado. Sirva frio acompanhado de uma salada.

Nota: Pode substituir a amêndoa caramelizada por sementes de sésamo.

O peito de frango é seco!

Sempre me disseram que o peito é a pior parte do frango, uma carne mais seca e sem sabor. No entanto tudo o que envolva ossos, cartilagens e gorduras não são algo que aprecie. Nesse caso a  solução será cozinhar com algum tipo de molho e usar ingredientes que dêem um pouco mais de sabor. Se as gambas forem frescas podem contribuir um pouco, mas não são imprescindíveis.

"Peito de Frango com Camarão e Ananás"

Nível de dificuldade:

Fácil

Tempo de elaboração:

40 min

 

4 pessoas

 

Ingredientes:

4 peitos de frango

150g de gambas

200g de ananás

50g de manteiga

350ml de leite

2c/s de farinha

2 folhas de louro

3 dentes de alho

1 limão

2 a 3 c/s de azeite

Sal

Pimenta

Noz Moscada

Preparação:

Corte o frango em pedaços, tempere com sal e pimenta e os dentes de alho esmagados. Coloque num recipiente com tampa adicionando as folhas de louro e o sumo de limão. Agite para misturar bem e reserve no frigorífico três a quatro horas. Cubra o fundo de um tacho com o azeite junte o frango e a calda, tape e deixe suar em lume brando cerca de dez  minutos. Entretanto prepare o molho bechamel. Derreta a manteiga, junte a farinha e mexa com uma vara de arames. Adicione o leite morno e continue a mexer até engrossar. Escorra o frango e coloque num tabuleiro de forno misturando-o com o ananás cortado em pedaços e as gambas. Retire as folhas de louro e adicione o molho do frango ao bechamel. Rectifique os temperos e adicione um pouco de noz moscada. Cubra o frango com o bechamel e leve ao forno pré-aquecido a 180º cerca de trinta minutos. Sirva quente.

Nota: Se utilizar ananás em calda pode adicionar um a dois decilitros de calda ao bechamel.

Cozinha tradicional

Quando comecei Belas Artes ansiava  pintar a óleo, quanto a mim a técnica permitia fazer “maravilhas”, mas em vez disso comecei  por aprender a preparar telas,  misturar  pigmentos e utilizar muitas técnicas e materiais diferentes. Na cozinha não tinha aspirações, nem necessidade. Ajudava a limpar, descascar, mexer ou bater e em troca podia rapar tachos ou tijelas e sem ter consciência disso, aprendia as bases da cozinha tradicional que as nossas mães e avós dominavam.

"Coxas de Frango Guisadas"

Nível de dificuldade:

Fácil

Tempo de elaboração:

20min + 60 min

 

4 pessoas

 

Ingredientes:

4 coxas de frango

2 cebolas médias

2 dentes de alho

1 pimento vermelho

8 cenouras pequenas

125ml de vinho tinto

1,5 litro de caldo de galinha

Azeite

1 folha de louro

1 raminho de alecrim

1 malagueta

Sal

Pimenta

 

Preparação:

Pique as cebolas e os alhos e corte os legumes em pedaços pequenos. Num tacho com o fundo coberto de azeite frite o frango por ambos os lados até que estejam dourados. Retire e refogue os legumes em lume brando com o tacho tapado cerca de vinte minutos. Junte o louro, o raminho de alecrim e a malagueta. Adicione o vinho tinto, o caldo de galinha, e as coxas de frango. Tape e deixe cozinhar em lume brando. Passados cerca de trinta minutos retire o frango, o louro e o alecrim e triture o molho. Volte a juntar o frango e deixe cozinhar mais dez minutos. Sirva acompanhado de arroz de coentros.

Fobias

Nos começos do blogue tive um primeiro contacto com as codornizes que não correu lá muito bem. Não foi que levantassem vôo ou me atirasse ao chão a chorar, mas ainda estava a atravessar aquela fase da repulsa a algumas matérias primas e esta era uma delas! Bem tentei marinar as "coitadas", mas nem assim acabaram os seus dias no tacho. Era mais forte do que eu! A receita continuava a martelar na minha cabeça e parecia ser que a única forma de encontrar alivio era enfrentar os medos.  Armei-me de coragem e...

"Codornizes com Vinho Tinto"

Nível de dificuldade

Fácil

Tempo de elaboração:

15 min + 45 min

 

4 pessoas

 

Ingredientes:

8 codornizes

1 cebola média

2 cenouras

180g de presunto picado

500ml de vinho tinto

500ml de caldo de galinha

2 folhas de louro

1 raminho de alecrim

Azeite

Sal

Pimenta

 

Preparação:

Parta as codornizes ao meio e coloque-as num recipiente. Junte a cebola picada, o louro, o raminho de alecrim e as cenouras cortadas às rodelas. Tempere com sal e pimenta, e cubra com o vinho. Tape e guarde no frigorífico para marinar entre doze a vinte e quatro horas. Cubra o fundo de um tacho com azeite, adicione o presunto picado e as codornizes, dando-lhes a volta de vez em quando até ficarem douradas. Junte o liquido da marinada e o caldo de galinha, tape e deixe cozer cerca de trinta minutos. Sirva ¡acompanhado com arroz de manteiga.

Nota: Para obter um molho mais espesso triture não esquecendo de retirar antes  o louro e o alecrim.