Impressões

Dos quadros de Van Gogh aprecio a pincelada decidida. Os seus azuis, verdes, vermelhos e amarelos e violetas que nos enchem o coração. Uma paleta de cores primárias, secundárias que soube usar como ninguém desafiando os mais conservadores! No pisto andaluz os pigmentos são substituídos pelos vegetais e as pinceladas por cortes mais ou menos grosseiros e assim como aprendi a admirar os seus quadros deixei-me levar pelos sentidos com o pisto andaluz!

"Pisto Andaluz"

Nível de dificuldade:

Muito fácil

Tempo de elaboração:

60 min

6 pessoas

 

Ingredientes:

200ml de azeite

1 cebola grande

2 pimentos vermelhos

4 curgetes

2 beringelas

300g de cogumelos laminados

560g de tomate frito

Sal qb.

Pimenta qb.

2 c/s bem cheias de açúcar

Preparação:

Pique a cebola e coloque num tacho com o azeite. Tape e deixe refogar em lume brando, mexendo de vez em quando. Corte os pimentos em pedaços e adicione à cebola assim que esta ficar translucida. Entretanto lave bem as curgetes e corte em cubos, sem as descascar. Quando o pimento tiver amolecido, retire e escorra com um coador. Coloque o caldo e as curgetes no tacho, tape e continue a cozinhar sempre em lume brando. Lave as beringelas e corte em cubos de cerca de dois cm e reserve. Assim que a curgete tiver amolecido e soltado todo o líquido retire do lume e escorra. Cozinhe as beringelas com o caldo. Quando estiverem moles pode adicionar todos os vegetais e os cogumelos. Junte o tomate frito e envolva. Tempere com sal e pimenta a gosto e adicione o açúcar. Se quiser pode juntar um copo de água. Deixe cozinhar cerca de quinze minutos antes de apagar o lume.

Acompanhe com ovos escalfados

Nota: Pode substituir o tomate frito por tomate natural, nesse caso necessita cerca de 1 quilo de tomate maduro. Descasque e corte em cubinhos. Retire as beringelas, escorra, e cozinhe com o líquido dos legumes. Quando estiver praticamente desfeito junte os vegetais cozinhados e os cogumelos.

Note que se optar pelo tomate fresco o pisto fica mais ácido pelo que pode necessitar de adicionar mais açúcar.

O segredo desta receita está em cozinhar os legumes em lume brando e separadamente.

Voltámos à rotina

As férias voaram e recomecei a trabalhar. O tempo é pouco mas já tenho vontade de um prato decente depois de um verão de sandes frias. Fui espreitar na despensa e tinha estes noodles de arroz aos quais juntei cogumelos frescos, pimento doce e ananás "et voilà", uma salada rápida e reconfortante. Mais fácil impossivel!

"Noodles com Cogumelos"

Nível de dificuldade:

Muito fácil

Tempo de elaboração:

30min.

 

4 pessoas

 

Ingredientes:

1 cebola média

1 pimento vermelho doce

300g de cogumelos laminados

4 dentes de alho

200g de noodles de arroz

400g de ananás

2 colheres de sopa de açúcar mascavado

1 malagueta

Azeite qb.

Sal

Pimenta (opcional)

Água

Preparação:

Siga as instruções da embalagem para cozer os noodles, cerca de 3 minutos em água a ferver. Passe por água fria e escorra bem.

Pique a cebola e os dentes de alho. Refogue a cebola e metade dos alhos num fio de azeite. Junte o pimento cortado às tiras e salteie até que amoleça ligeiramente e reserve.

Aloure o resto dos alhos com um um pouco de azeite, junte os cogumelos e uma malagueta picada. Tempere com um pouco de sal e cozinhe cerca de cinco minutos mexendo de vez em quando.

Coloque o açúcar numa frigideira e aqueça a lume brando até que começe a caramelizar. Junte o ananás cortado em pedaços esperando cerca de três minutos antes de dar-lhe a volta.

Coloque em taças e sirva.