No bar do Vaticano

Quem me havia de dizer que era no Vaticano que ia provar beringela com queijo. Nada de coisas sofisticadas, uma sandes de beringela grelhada com uma fatia de um queijo tipo gouda. Não estava mau porque achei piada à combinação e ainda repeti algumas vezes em casa. Já a comi de diferentes formas, talvez a mais simples quando era miúdo e a minha avó experimentou fritá-la. Foi num bar de Sevilha onde comi beringela frita com mel e gostei, ou não fosse eu guloso! Decidi experimentar em tempura acompanhada com queijo de cabra e mel e está de comer e chorar por mais!

"Beringelas com Queijo de Cabra e Mel"

Nível de dificuldade:

Muito fácil

Tempo de elaboração

30 min + 30 min

 

4 pessoas

 

Ingredientes:

2 beringelas

100 g de farinha sem fermento

100 g de Maizena

225 ml de cerveja

Sal

180g de queijo de cabra

Mel de cana

Óleo

Azeite

Vinagre

1 alface

 

Preparação:

Lave bem as beringelas e corte em rodelas de cinco milímetros de espessura. Coloque num recipiente com água e um pouco de sal durante cerca de meia hora para perderem o sabor amargo. Escorra e seque bem com papel absorvente. Prepare o polme juntando as farinhas e a cerveja bem fria. Bata com uma vara de arames e tempere com sal. Passe as rodelas de beringela pelo polme e frite de três en três no óleo bem quente até que fiquem douradas, cerca de dois a três minutos. Coloque-as sobre papel absorvente para absorver o excesso de gordura. Corte a alface em juliana, tempere com um pouco de azeite, vinagre e sal. Espalhe no prato formando uma cama sobre a qual vai colocar a beringela. Corte círculos de queijo de cabra cinco milímetros de espessura e disponha um sobre cada rodela. Regue com um fio de mel. Sirva imediatamente.