Coelho para jantar...

Há umas semanas um caçador amigo ofereceu-me um coelho bravo com a condição de fazer um arroz e o convidar para jantar. A ideia do arroz não era propriamente a que eu tinha para o coelho. Não é carne que consuma habitualmente e das poucas vezes que o fiz sempre a tinha confecionado de outra forma. O tempo foi passando e o coelho começava a estorvar no congelador mais a mais com a pele para que a carne não secasse demasiado. Não podia continuar a adiar por isso descongelei o bicho e lá tive que o esfolar. Abençoados talhos e peixarias que nos “dão” as carnes e os peixes já preparados… Ao procurar a receita já tinha a ideia de que a mesma devia ser de um arroz malandrinho. Apesar de usar todos os ingredientes recomendados fiz pequenas alterações à medida que ia cozinhando e provando para equilibrar os sabores. É evidente que tinha uma alternativa preparada, não fosse o diabo tecê-las e ficasse sem nada para apresentar no jantar, mas no final deste pequeno banquete os convivas concordaram que o arroz malandrinho de coelho estava muito bom!

"Arroz de Coelho"

Nível de dificuldade:

Fácil

Tempo de elaboração:

12 horas + 60 min

4 pessoas

 

Ingredientes:

1 coelho limpo

300 ml de vinho tinto

3 dentes de alho

2 folhas de louro

350 g de arroz carolino

2 tomates maduros

1/2 pimento encarnado

1 cebola média

Azeite

Água

Sal

Pimenta

Piri piri (opcional)

Preparação:

Parta o coelho em pedaços e deixe a marinar com o vinho tinto, o alho e o louro, 12 horas no frigorífico. Pique a cebola, corte o pimento em cubos, descasque o tomate retire as sementes e corte-o em pedaços. Refogue em lume brando com um fio de azeite até a cebola ficar translucida. Junte água quente até mais de metade do tacho. Assim que começar a ferver adicione o coelho escorrido. Tape e deixe cozer cerca de quinze minutos antes de juntar o arroz, voltando a tapar. A meio da cozedura adicione parte do líquido da marinada. Tempere com sal, pimenta e piri piri. Sirva acabado de fazer acompanhado de uma salada de alface.

Se o arroz ficar seco junte um pouco mais do caldo da marinada ou água quente.