21. jul., 2018

"Tipos singulares, y otros relatos"

Há semanas cruzei-me com o Tom Hanks no “El Corte Inglês” e ignorei-o! Já lá vai o tempo em que me deixava levar por essas celebridades. É certo que já demos algumas gargalhadas juntos e outras vezes conseguiu emocionar-me mas não falemos nisso. Agora o homem é escritor, era já só o que faltava! A edição em espanhol, não é propriamente apelativa, capa vermelha, letras pretas e brancas e uma máquina de escrever desenhada... Olhei de relance e ali ficou o “homem” rodeado de autores. A coisa teria ficado assim não fosse que pouco depois me ofereceram o livro. Um livro de contos ou pequenas histórias? Ok, até pode ser interessante. As críticas são boas, mas convenhamos iria consentir que escrevessem uma opinião má na sua contracapa? Para evitar que acabasse esquecido debaixo de um monte de livros agarrei nele e comecei a lê-lo muito pouco convencido. À medida que lia a minha opinião começou a mudar. Afinal o homem até tem jeito. Diferentes histórias algumas divertidas outras mais complexas trouxeram-me à memória as revistas Selecções do Reader’s Digest  dos anos cinquenta e sessenta que se acumulavam num pequeno aparador na sala de estar.  Folheava-as, lia alguns artigos mas gostava especialmente dos relatos que tinham no final. Era o tipo de leitura ideal antes de dormir. Mas o Tom não me trás apenas essas recordações. Em todas as histórias há alguma referência a máquinas de escrever antigas, desde as velhinhas aos modelos eléctricos, é que o homem colecciona-as. O meu pai ensinou-me a escrever num modelo antigo que não posso precisar, uma máquina de metal, preta com estojo de madeira forrado com uma espécie de pele sintética. Pelo caminho perdeu-se a máquina de escrever dos meus avós que devia ser um modelo comercial enorme, com dois teclados completos, um para as maiúsculas e outro para as minúsculas. E coincidencia ou não nos ultimos tempos tenho sentido saudades da minha Olivetti, acreditam? Mas como estava a dizer, passei estes dias com o Tom Hanks e gostei muito!

"Papéis diferentes, algumas histórias" - Tom Hanks